Política de Fato

Giro Político: como estão as alianças políticas para 2020?


20/08/2019 10:36 - Atualizado em 20/08/2019 12:15

Política de Fato faz uma breve análise sobre a conjuntura política em alguns municípios da região agreste e sertão sergipano. Não se trata de previsão. São avaliações a partir do retrato de momento.

Itabaiana. Valmir fortalecido é cortejado por Eduardo Amorim para ser o indicado. Tem nomes fortes que podem ter o apoio do “Pato”: ex-vice-prefeita Lurdinha Bispo, a ex-vereadora Luzia, secretário Adailton, ex-secretário Carlos Eloy e o empresário Agnaldo de Verso. A situação de Luciano Bispo e Maria Mendonça é de total indefinição. O primeiro pode indicar o empresário Edson Passos, mas existem outros nomes especulados, enquanto o nome especulado até agora no clã Teles de Mendonça é do radialista Alex Henrique. O Partido dos Trabalhadores também tem colocado o nome de Olivier Chagas como pré-candidato a prefeito.

Ribeirópolis. Tudo está como terminou 2016. Antônio Passos até agora tem o grupo dos dissidentes dos antigos “guinés”. Oposição meio dividida com Uíta Barreto tentando encontrar um nome de sua confiança que possa ser o candidato. A novidade é Rogério Sobral que tenta se consolidar como unanimidade no grupo de Uíta e Bosco Costa e tentar desbancar a família Passos.

Areia Branca. Alan Andrelino não deve ter vida fácil em sua empreitada de ir à reeleição. A união de Zé Ailton com o grupo do ex-prefeito Souza pode reconfigurar o cenário no próximo pleito. O interessante é que Areia Branca parece ser um satélite de Itabaiana com os candidatos sendo apontados a dedos pelas lideranças itabaianenses.

São Miguel do Aleixo. Om prefeito Everton Lima não sabe quem enfrentar em 2020. O grupo da ex-prefeita de Selma de Mauro ainda não se pronunciou e que andou dando declarações que pretende ser candidato foi o ex-vereador Genisson Alves. No Aleixo a possibilidade de o governador Belivaldo Chagas está nos dois palanques é grande.

Nossa Senhora da Glória. O ex-prefeito Sérgio Oliveira já declarou que pretende sentar na cadeira que ocupou em outras oportunidades, embora tenha gente que coloque em xeque se ele terá os direitos políticos readquiridos. Do outro lado, Jairo Santana não quer se desgastar e dialoga com o médico e vereador por Aracaju, Manuel Marcos, para ser o candidato do grupo. O PV já tem candidato: o advogado José Augusto Oliveira.

Macambira. Luciano de Vital vai enfrentar seu maior adversário: o ex-prefeito Carivaldo Souza. Os dois grupos estão meio divididos com vereadores sem posição definida, o vice-prefeito Gordo de Inês, querendo se lançar numa possível terceira via. A disputa promete.

Carira. Sem grandes realizações o prefeito Arodoaldo Chagas conta com o desgaste das recentes prisões de seus dois maiores adversários Bosco e Diogo Machado. A polarização e a alternância de poder têm marcado a últimas eleições em Carira, portanto, tudo indefinido. Quem pode ressurgir na política carirense é a família Dutra. Nome de empresários também são especulados.

Moita Bonita. O nome da família Costa sé indefinida, mas se houve falar no jovem Thales Costa, que busca suceder seu tio e atual prefeito Marcos Costa. Pela oposição, comenta-se em Jorge Sindô, o terceiro irmão da família que tem dois nomes impossibilitados por condenações eleitorais. Há também comentários em relação ao nome de Maria José. Uma curiosidade: Em 2016, a família Costa era apoiada pelo Governo do Estado e agora é oposição. Como isto irá interferir no resultado?

Nossa Senhora Aparecida. Polarização é a palavra que define o clima político em Aparecida. Jeane da Farmácia bem ao seu estilo analisa o cenário e Vera assiste a atuação de um grupo de insurgente dentro de seu grupo que a pressiona. Dois vereadores já declararam que não mais disputarão um novo mandato na Câmara e querem ser vice, de um lado ou de outro: Erinaldo da Cruz e Alexsandro Totô. Vera prepara sua irmã Patricia para a vereança e dá uma lição em seus aliados descontentes.

 Em Frei Paulo os nomes já estão definidos. Anderson de Zé das Canas vai à reeleição contra o ex-prefeito Zé Arinaldo. No último pleito Anderson venceu o grupo Oliveira que subsetimou o adversário e inidicou o jovem Gabriel Oliveira. Em 2020, o atual prefeito vai enfrentar o melhor nome do grupo de oposição.