Política de Fato

Ribeirópolis: o continuísmo da família Passos e o embaraço da oposição

Editorial, por Aparecido Santana.


14/01/2020 10:55 - Atualizado em 14/01/2020 11:05

O desenho da eleição na cidade de Ribeirópolis ainda é incerto. Antônio Passos (DEM) insiste em ir à reeleição, mesmo com as contas da prefeitura não indo bem e, por outro lado, Uita silencia sobre sucessão enquanto vê seu grupo esfacelar.

A legenda da montagem de fotos, deixo para você, amigo leitor, nos ajuda a contextualizar...

Se é certeza que Antônio vai para disputa, existe dúvidas sobre a repetição da chapa com Pedrinho da Topic. O empresário vislumbra a possibilidade em candidatar-se a prefeito e tem um bom diálogo com a oposição, inclusive muito se comenta sobre o bate-papo do vice com o empresário Adalberto.

Enquanto há vida, há esperança: A empresária Uita, de novo partido, agora PSD, silencia sobre à sucessão, mas nos bastidores tenta resolver as pendências de processos na justiça. Enquanto isso, Rogério Sobral (PL) sonha em contar com o apoio da empresária na majoritária que tem até nome de vice especulado. O pré-vice é Fonso de Nelson, ex-vereador da cidade ribeiropolense.

Bosco Costa (PL), deputado mais votado na cidade, tem se reunido com todos aqueles que hoje estão fora da administração de Antônio, mas ainda não sinalizou oficialmente quem pretende apoiar no município.

Seria Cômico: em meio ao ambiente tenso da política ribeiropolense, de estranhamento de aliados no grupo dos Passos, e de embate de Max com Fonso e Rogério, Tião Bila está empolgado com a pré-campanha das “enquetes da malícia”.

P.S.: O deputado Georgeo, filho de Antônio, arregala os olhos para os problemas do Estado, mas embora Ribeirópolis esteja no território sergipano, o parlamentar vê os mesmos problemas que critica por uma outra perspectiva quando vê o seu pai na condução da administração.